facebook
5 Dicas para você alugar casa de temporada
sem visitá-la pessoalmente

5 Dicas para você alugar casa de temporada sem visitá-la pessoalmente

Uma das particularidades da vida nômade que começamos a viver foi a escolha de casas de temporadas para ficar.

Há anos utilizamos o AirBnB como plataforma para escolha dessas casas. Essa experiência nos deixou bem atentos para escolher os imóveis, já que o planejamento da próxima residência tem que ser feito com antecedência.

Sendo assim, separei cinco ótimas dicas para que você fique sempre alerta e aproveite bem a sua estadia.

1 – Atenção às fotos e detalhes

Muita atenção às fotos,os detalhes são extremamente importantes – atenção: não caia em fotos que focam objetos, observe as fotos que componham o ambiente inteiro, pois senão desconfie, às vezes colocam fotos de pontos bonitos de algum cômodo e assim não te dá a visão ampla que às vezes pode apresentar surpresas desagradáveis. Atenção se tem mais foto da cidade/condominio do que da casa em si, isto pode lhe confundir

2 – A internet do local

Se você precisa de internet repare em alguns detalhes: a velocidade e o limite. Já ficamos em casa que a velocidade era lenta demais necessitando muito dos dados do celular e já ficamos em casa que a internet estava com os gigas demasiadamente limitados, de forma a durar poucos dias e no restante tivemos de utilizar os dados do celular, algo oneroso demais.

Outro detalhe importante – lugares afastados dos centros da cidade podem ter internet muito ruim, por não serem cabeados com fibra óptica ou cabos de rede Assim, utilizam internet via rádio. E geralmente, o que não é via de regra, a rede de dados móveis do celular pode não funcionar. Justamente pelo local ser afastado demais.

Caímos nesta uma vez em que a internet era a rádio e não podíamos contar com os dados do celular, ou seja, passávamos horas buscando sinal do celular pelas redondezas e reuniões importante tínhamos de buscar estabelecimentos que tinham Wi-Fi. Não é legal.

 

3 – Os comentários das plataformas

Foco total nos comentários dos hóspedes – muitos hóspedes não querem ficar pichando a casa e o anfitrião, assim, comentam apenas por cima sobre a hospedagem ou elogiam as redondezas e não a casa em si.

Outra forma de não ser deselegante com experiências ruins, alguns hóspedes falam apenas do anfitrião e nada sobre a casa, estas são formas de não serem tão prejudiciais nos comentários, mas também de não mentir acerca de alguma surpresa desagradável na experiência.

Tem aqueles que comentam sobre pontos positivos e negativos, desta forma você pode pesar o que mais lhe faz sentido. E é claro, tem aqueles que sem papas na língua detonam o espaço e daí você já sabe o que esperar.

 

4 – Segurança do local

Atenção às redondezas e segurança do ambiente. Acho que aqui é bastante óbvio, porém vale sempre perguntar ao anfitrião sobre estes pontos e colocar no google earth a localização geográfica do ambiente, além disso costumamos entender a localização do bairro/condomínio e pesquisar rapidamente comentários acerca da região.

Outra dica valiosa sobre a localização é compreender se o imóvel fica perto do que você entende de facilidade e conforto. Para nós, quanto mais afastada de grandes centros melhor, então a proximidade de comércios não se faz tão importante já que estamos de carro. Não gostamos de badalações, então já deixamos de locar belas casas de frente à praia por estarem localizadas em praias com muitos quiosques e movimentos. Vai de caso a caso e o propósito que se quer com o rolê.

5 – Negociação com o anfitrião

Seja sensato!!!! Ficar pedindo desconto descabido não rola! O anfitrião quer te entregar uma experiência incrível dentro de um valor justo, desta forma busque hospedagens que estejam dentro do seu teto. Costumamos negociar com os anfitriões já que ficamos longas estadias em cada parada, normalmente os anfitriões aceitam de boa os pedidos de negociações e é claro, procuramos fazer propostas que sejam dentro do previsto. Para estadias mais longas conseguimos descontos de até 60%. Alguns realmente não se sentem atraídos por longas estadias então não priorizam este tipo de negociação.

 

Bônus de atenção: algumas hospedagens oferecem serviços de caseiro ( às vezes moram no mesmo terreno), limpeza e/ou café da manhã. Talvez isso funcione para que esta indo viajar por curto período e esteja descansando/passeando ou, realmente prefira de auxílio com a casa.

Nós, por exemplo, preferimos sem interferências em nossa rotina, como vamos nos lugares para “morar” e seguir a nossa rotina de trabalho e estudos, priorizamos a privacidade, desta forma negociamos a não necessidades destes auxílios.

Algumas hospedagens só hospedam com a pessoa de confiança – diarista – indo na casa algumas vezes por semana para cuidar da casa, sinceramente para nós, não é o melhor formato, pois cuidamos da comida e da limpeza da casa nós mesmos. Já tivemos a experiência de locar com auxílio de limpeza e foi uma experiência gratificante, afinal a Nenga era muito gente boa, e nos ajudou com os afazeres domésticos, mas somos na política de que a nossa sujeira nós mesmo arcamos!!! Fica a dica.

compartilhe essa ideia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

escute o We Go